Mais que esporte, estilo de vida – versão Skate

Assim como o Surf, o chamado “Skateboarding” também é um esporte que transcendeu todas as barreiras do esporte e se tornou parte da vida de diversas crianças, adolescentes e adultos. A origem do esporte não é muito certa, mas diz-se que sua criação vem da década de 40, quando surfistas californianos queriam uma opção para praticar o amado esporte mesmo em dias de maré baixa, sem ondas.

Com essas bases estabelecidas, a partir dos anos 70 o esporte começou a crescer por conta própria graças a novas tecnologias de produção que transformaram os caixotes com rodas anteriores em pranchas leves e manobráveis. Esses itens proporcionaram o cenário perfeito para desenvolvimento de manobras, e descobertas de locais de prática, como as famosas piscinas vazias, berço do chamado “skate vertical” praticado em rampas.

Pelos idos dos anos 80 a modalidade começou a ganhar diversos adeptos, muito pela facilidade de adaptação a qualquer cidade americana, principalmente aquelas de estados sem litoral e sem qualquer ligação com o esporte aquático, o que garantiu uma identidade própria ao skate. Um dos responsáveis por essa identidade foi o filme, hoje clássico cult, Thrashin’, que conta com a participação de grandes estrelas como Tony Hawk e Steve Caballero .

O “street skateboarding”, a modalidade mais popular e mais praticada, graças ao fato de não ser necessário o uso de rampas, também trouxe uma grande variedade de praticantes. Apesar dos skatistas serem considerados no inicio como marginais, pessoas de diferentes classes sociais e experiências se juntaram, e a comunidade se tornou uma das mais diversificadas de todos os esportes.

Toda essa diversidade acabou sendo retratada na forma de se vestir que sofre bastante influência de estilos musicais, algo muito forte e significativo para os praticantes. Entre os estilos preferidos estão o rock e hip-hop, e podem ser claramente identificados na produção de cada um, com bermudas normais ou largas, calças e camisetas normais, apertadas ou largas.

Existem também os acessórios de segurança, as  joelheiras, cotoveleiras e capacete, que apesar de muito importantes para a segurança dos atletas acabam sendo muitas vezes esquecidos ou simplesmente descartados.

Por Thiago Caires

Sobre oesportedamoda

Somos um blog com vistas para a moda ligada a todo tipo de esporte. Somos, em primeiro lugar, amantes do Esporte e, com o intuito de explorar um novo ambiente dentro desse mundo, falaremos da Moda que permeia-o e integra-o.

Publicado em 5 de junho de 2012, em Imagem + texto. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: